Food Tips

Vegetarianismo: por onde começar?

junho 17, 2015
Vegetarianismo - Invertisa

Essa segunda, 15 de Junho, foi o dia mundial sem carne. A #segundasemcarne já é um movimento bem conhecido, e somando a esse dia ficou ainda mais especial. Me senti orgulhosa por fazer parte dessa causa e daí nasceu a vontade de apresentar essa possibilidade a outras pessoas.

Sempre fui daquelas que dizia sentir dó dos animais mas nunca havia feito nada para mudar isso. Há um tempo, vejo a quantidade de carne vermelha (pequenos avanços) ser substituída por outros alimentos em casa. Minha mãe, por exemplo, não consome carne vermelha há 4 anos e não sente a menor falta. Tudo isso somado à minha vontade de ter uma alimentação mais saudável e natural de verdade me fez repensar o vegetarianismo. O primeiro impasse é a adaptação, que, para muitos, pode parecer desanimadora. Pensando nisso decidi reunir alguns conteúdos que me engajaram bastante no assunto e me encorajam cada dia mais a extinguir a carne de vez do meu cardápio.


Documentário: Cowspiracy – O segredo da sustentabilidade.

Cowspiracy - Invertisa

Assisti esse documentário por dica da Yasmin Brunet e me surpreendi! Ele aborda a questão da agropecuária como a maior causadora dos problemas ambientais da atualidade (e pouquíssimas pessoas sabem disso) e de forma nada forçada, faz você repensar todos os seus hábitos, além de trazer diversos argumentos mais que plausíveis para te incentivar a adotar uma dieta vegetariana/vegana. Dá aquela vontade de sair mostrando pra todo mundo. Recomendo MUITO! (Você consegue assisti-lo aqui)

INSTAGRAM – Proteína com amor

Vegetarianismo - Invertisa

Estou apaixonada por esse IG! Nele, a Camila e a Cecília compartilham receitas, dicas de restaurantes e marcas que incentivam o veganismo! Muito incrível! Ambas são vegetarianas, mas sempre que podem, fazem refeições veganas. Elas dão uma aula mostrando que as proteínas não são encontradas só na carne, pelo contrário, há alternativas muito mais saudáveis. Os vegetais, frutas e grãos possuem tudo o que o nosso corpo precisa! Mais conteúdo no: www.proteinacomamor.com

INSTAGRAM – The Veggie Voice 

Vegetarianismo - Invertisa
A Alana inspira muitas pessoas expondo como o veganismo transformou sua vida de uma forma muito positiva. Além de ensinar várias receitas, ela faz vários projetos muito legais – o último foi mostrando como é possível fazer uma dieta vegana com R$50,00 por 1 semana. E ainda ministra workshops de culinária vegana funcional por todo o país, mostrando que todo mundo pode ter uma alimentação vegana, basta botar a mão na massa. Mais conteúdos no www.30tododia.com.br/theveggievoice

Descubra o que tem perto de você

Vegetarianismo

Coisas “naturebas” podem parecer difíceis de encontrar, mas minha dica é sempre parar e olhar o que tem no supermercado que você costuma ir, é surpreendente a quantidade de coisas que se pode achar. Também é importante lembrar que no mundo vegano, muitos ingredientes são feitos na hora, com o auxílio de outros. Então nem tudo a gente precisa comprar da internet ou ir até aquele supermercado bem longe. Isso motiva porque apaga a ideia de que essa realidade está tão distante e inalcançável.

Citei bastante o veganismo pois considero a dieta ideal, mas pra isso, começar com o vegetarianismo e se adaptar primeiramente a ele, é uma boa. Fico admirada e muito animada quando percebo quantas comidas que a gente adora e acha que será impossível comer de novo, na verdade são adaptáveis. Para isso, é preciso sair da zona de conforto um pouquinho, abrir a cabeça e buscar os ingredientes adequados.

Não é simples cortar uma coisa que foi apresentada a nós desde criança, mas a verdade é que absolutamente tudo na vida é questão de hábito. Não se fruste se no começo for difícil, se cometer deslizes. Temos que ir diminuindo a quantidade de carne aos poucos, não tirá-la drasticamente, até não fazer mais falta. O importante é não desistir!

You Might Also Like

2 Comentários

  • Reply Ingrid junho 17, 2015 at 11:02 pm

    O vegetarianismo me ajudou a descobrir que sem carne meu corpo pode ser extremamente mais leve e eu não digo necessariamente de peso, mas sim a leveza de almoçar e não ter aquela sensação de inultilidade que a carne dá no nosso organismo. Não comer carne é se recusar a ingerir energias tão ruins de assassinados brutais. Não comer carne é algo revolucionário pois recusa a industria da exploração animal, e mostra que todos nós devemos nos alimentar melhor, reduzir já é algo grande!
    Sou vegetariana há dois anos e não me arrependo em nada. Só sucesso.
    Parabéns pelo inicio Mari e pelo texto.
    Beijos

  • Reply Vanessa junho 18, 2015 at 7:28 pm

    Super obrigada pelas dicas dos blogs. Vou começar a acompanhar. É muito bom quando temos a oportunidade de conhecer novas pessoas que nos inspiram a continuar nossa filosofia de vida. Não como carne há uns 8 anos e sou muito feliz assim!!! Passei por longos períodos de adaptação e foi maravilhoso descobrir o quanto a natureza tem de bom para nos oferecer e que não precisamos sacrificar a vida dos animais!!
    Já vi vários documentários. Esse que vc comentou, ainda não assisti. Mas, é claro que irei ver já já…
    Deixo também algumas dicas:
    1. documentário “A carne é fraca”, dá pra ver no youtube.
    2. Site, livro e canal no youtube do Dr Eric Slywitch, médico, Diretor do Departamento de Medicina e Nutrição da Sociedade Vegetariana Brasileira. Já vi palestras dele, é um excelente profissional que só agrega conhecimento nessa área de alimentação sem carne. No youtube tem vários vídeos em que ele explica a respeito das proteínas, vitaminas etc
    Obrigada e parabéns pelo post! Namastê!

  • Deixe um comentário