Invertips, Viagens

TAILÂNDIA: DICAS DE VIAGEM – ROTEIRO, GASTOS E HOTÉIS

maio 6, 2016
Dicas de viagem Tailândia - Invertisa

Em março e abril desse ano, fiz uma viagem simplesmente maravilhosa para Tailândia e Índia, e conforme fui postando várias fotos no Instagram, muitos de vocês vieram pedir dicas de roteiro, hotel, hospedagem, passeios e gastos. Então vim falar primeiro da Tailândia, que foi meu primeiro destino, e passar várias dicas que com certeza vão ajudar no planejamento da viagem de vocês!

Tuk Tuk - Tailândia - Invertisa

Tuk tuk em Bangkok!

Fui com minha amiga Marcinha Bello e foi a melhor coisa, porque sabe quando você viaja com uma pessoa com quem se dá super bem, que ama as mesmas programações que você e tem a mesma vibe? Isso é a melhor coisa! Mas a Tailândia é um ótimo destino pra todos os tipos de viajantes, porque tem tanto a opção de ilhas mais badaladas, como também as mais calminhas, então tanto se você for sozinho, ou em amigos ou em casal, será uma viagem maravilhosa!

Ao todo tivemos 11 dias no país (porque depois fui pra Índia passar 14 dias), e como queríamos poder ter tempo pra aproveitar cada lugar com calma, não focamos em conhecer várias ilhas. Mas se você tiver mais tempo de viagem lá, recomendo muito que conheça outras que também são paradisíacas, e que vou sugerir durante o post.

Mapa da Tailândia - Invertisa

 

Nosso roteiro foi:

  • 2 dias e meio em Bangkok
  • 3 dias em Krabi
  • 4 dias em Koh Phi Phi (não está sinalizada no mapa, mas são essas mini ilhas entre Krabi e Phuket, em baixo e do lado esquerdo do mapa)

Vou fazer posts detalhando sobre tudo que eu acho bacana conhecer/fazer em Bangkok e também nas praias pra esse aqui não ficar muito grande, mas pessoalmente, eu AMEI nosso roteiro porque passamos uma quantia de tempo perfeita em cada lugar. Em Bangkok, tem gente que prefere ficar uns 4 dias pra conseguir visitar mais lugares com calma, mas eu gostei de ter 2 e meio porque vimos os lugares que mais tínhamos vontade, e claro, porque minha preferência sempre será por ter mais tempo na praia hahaha. Mas deu tempo certinho de fazer o que nos pareceu mais interessante na cidade: na tarde em que chegamos nos familiarizamos com nossa rua que era super bacana (Rambuttri), no dia seguinte conhecemos alguns templos, como os dentro do complexo do Grand Palace (são várias construções todas detalhadas como a da foto abaixo, é simplesmente incrível), e no dia seguinte conhecemos a incrível Ayutthaya. Mas tive mais um dia lá depois da Índia porque meu vôo de volta pro Brasil era de Bangkok, e acabou sendo bom porque deu pra conhecer o shopping MBK, lugar perfeito pra comprar presentinhos pra trazer pras pessoas amadas! Mas vou fazer um post específico de Bangkok com todas as dicas de lugares que valem a pena conhecer lá, ok?

Bangkok - Invertisa

Quem for pra Bangkok não pode deixar de tirar pelo menos duas horas pra explorar o complexo do Grand Palace, é maravilhosooo!

 

Ayutthaya - Invertisa - Isabella Mezzadri

Ayutthaya! Vale muito a pena tirar um dia pra conhecer, são diversos templos e lugares surrealmente lindos!

Ayutthaya - Invertisa - Isabella Mezzadri

Não há foto que registre o quão incrível é Ayutthaya, juro!

 

Na hora de ir pras praias, pra todos que querem conhecer Koh Phi Phi, que é a ilha mais famosa da Thai, muitas pessoas ficam na dúvida se pegam vôo de Bangkok pra Phuket ou pra Krabi, mas todos os sites em que li sobre isso recomendaram muuuuito mais Krabi, e por ter ido pra lá eu realmente recomendo que fiquem lá mesmo, porque você tem acesso rápido a várias praias paradisíacas como Railay Beach, Phranang Cave Beach e Tonsai beach, 3 praias que são super próximas e lindíssimas mesmo! E fiquem hospedados em Railay Beach (não em Krabi Town, que foi onde ficamos e vou explicar mais adiante por que vale mais a pena ficar em Railay!).

Krabi - Tailândia - Invertisa

Phranang Cave Beach, paraíso total!

 

Railay Beach - Invertisa - Isabella Mezzadri

Railay Beach! Que saudaaaade que dá toda vez que lembro desses smoothies de frutas! Tomava esse da manga todo dia, é simplesmente muito bom!

 

Tem gente que fica hospedado alguns dias em Krabi ou Phuket e acaba só fazendo passeio de um dia pra conhecer Ko Phi Phi, que fica praticamente a uma distância igual dos dois, mas eu vos digo: NÃO! Hahahaha. A melhor coisa foi termos ficado hospedadas uns dias em Ko Phi Phi. No nosso caso foram 4 dias, mas se vocês ficarem pelo menos 2 já vale a pena!

 

Mapa Phi Phi - Invertisa

Mapa de Koh Phi Phi, que é formada por Phi Phi Don (a parte habitada) e Phi Phi Leh (para onde são feitos apenas passeios, não se pode dormir lá)

 

Por ser o conjunto de ilhas mais famoso da Tailândia, é de se pensar que acaba sendo meio chato por ter muitos turistas, mas a vibe da ilha é sensacional, até nós que costumamos gostar de lugares mais calminhos amamos! Pra chegar nela só de barco (demora cerca de uma hora vindo de ferry de Krabi), e lá dentro não andam carros nem motos, então você faz tudo a pé, é tudo pertinho, simplesmente incrível! Você chega em Tonsai Bay, que é a parte mais movimentada, e pra não termos que carregar mala pra longe nem pegar barco pra chegar no hotel, nós pegamos um hotel que ficava entre as praias de Tonsai e Lodalum mesmo – essa última é a praia de onde saímos pra todos os passeios (e é bem linda também!). A ilha tem vários restaurantes gostosinhos, lojinhas maravilhosas, e bares e baladinhas bem legais à noite! Fora os passeios que você faz durante o dia e é muuuito melhor fazer saindo de lá mesmo, do que de Krabi ou Phuket, como o passeio que vai pra Maya Bay, Pi-Leh Lagoon e Monkey Beach (feito em um mesmo dia) e Bamboo Island e Moskito Island (outro passeio feito em um dia também).

 

Maya Bay - Invertisa - Isabella Mezzadri

A incrível Maya Bay, do filme A Praia, do Leo DiCaprio!

Pi-Leh Lagoon - Tailândia - Invertisa

Aquele pulo em Pi-Leh Lagoon! A famosa foto que saiu no Instagram da @GoPro hahahaha

Monkey Beach - Tailândia - Invertisa

Monkey Beach!

Monkey Beach - Invertisa

A cor da água em Monkey Beach.. Surreal!

Acroyoga - Invertisa

Acroyoga em Bamboo Island! É uma ilha que você conhece em um passeio de uma manhã, saindo de barco de Phi Phi, e depois vai pra Moskito Island fazer snorkeling. Vale muuuuito a pena!

Bamboo Island - Invertisa

A cor da água de Bamboo Island, sem filtro nenhum!

 

Se você tiver mais tempo na Tailândia, tenho algumas outras ilhas pra recomendar, tanto porque já sabia que eram maravilhosas porém não tínhamos tempo de conhecer, mas também por conversar com pessoas que fomos conhecendo durante a viagem. A primeira que recomendo demais é Ko Tao (paraíso total e pôr do sol dos mais lindos da vida) e Ko Phangan (ou Ko Pha-Ngan, onde acontece a Full Moon Party, e também é super paradisíaca), que são ilhas que ficam no leste (lado direito do continente), perto de Ko Samui, por isso ficou meio longe pra nós conhecermos em poucos dias, mas se você tiver pelo menos 12 dias na Tailândia dá tempo tranquilamente de conhecer e todos falam que vale muito a pena. Inclusive tem gente que vai e só fica desse lado da costa e nem vai pra Phi Phi, de tão maravilhosas que são! Hahaha fora que, se for acontecer na época em que você estiver lá, é bacana ter a experiência de ir na Full Moon Party, caso você seja fã de música eletrônica.

E se você tiver mais tempo ainda pra explorar o país e tiver interesse em conhecer uma ilha pra onde quase nenhum turista vai, uma amiga que fiz na viagem recomendou muito Ko Mak, uma ilhota menorzinha e lindíssima, e também Ko Chang, que é maior e mais conhecida, porém linda também e fica perto de Ko Mak (elas ficam mais pro “norte” comparadas às outras ilhas, próximas à costa que fica logo abaixo de Bangkok! Procurem Ko Chang no mapa em que coloquei aqui!).

DICA: Como esse mapinha que coloquei não mostra tudo de perto, procurem todas essas ilhas no Google Maps pra entenderem a localização de todos os lugares sobre os quais eu vou falando, e pesquisem o tempo de locomoção de um lugar pro outro. Isso vai ajudar muito a vocês planejarem o roteiro! E são muuuitas ilhas e lugares paradisíacos lá, falei só alguns deles e claro que há muitos outros pra conhecer, mas esses são os que acredito que valem muito a pena se você for ficar até 20 dias no país!

Outro lugar na Tailândia que é muito bacana conhecer se você tiver mais tempo é Chiang Mai, uma cidade que fica ao norte de Bangkok e que une espiritualidade com seus muitos templos, cultura com as diversas tribos e também passeios em que você conhece tigres, dá banho em elefantes e muito mais. Você pode ir de avião ou trem, e pelas recomendações que li é bacana ter pelo menos 2-3 dias lá, mas vale pesquisar em blogs de pessoas que tenham ido pra verem mais detalhes – vou colocar algumas indicações no final desse post!

 

HOTÉIS E GASTOS

Essas dicas são mais pra você que quer viajar gastando menos porém aproveitando ao máximo cada lugar, do que pra quem está indo pra Tailândia sem pensar em quanto vai gastar e vai querer ficar em resorts mais caros, ok? Hahaha como estávamos viajando com low budget e não tínhamos interesse em ficar em resorts, já que passaríamos o dia fora aproveitando as praias e passeios, nós procuramos sempre pegar hotéis com diárias de no máximo US$30 pra cada uma (US$60 total) para termos mais dinheiro pra gastar com outras coisas, mas um hotel nesse valor na Tailândia é muuuito bom, porque é um país com custos muito baratos pra tudo (hospedagem, alimentação, compras). Em Bangkok ficamos no Rambuttri Village Plaza, que é super bem localizado em uma rua fofíssima e atendeu super bem às nossas necessidades, e custou uns 23 dólares pra cada uma por noite. Em Krabi ficamos em um hotel ótimo, o Krabi Front Bay resort, que era maravilhoso e pagamos 27 dólares cada uma por noite, porém não recomendo que fiquem lá porque não nos atentamos ao fato de que ele ficava em Krabi Town, e pra chegar de Krabi Town até as praias – Railay e Phranang – precisávamos pegar um barquinho todos os dias de manhã e depois voltar no final da tarde, e ele demorava uma meia hora pra chegar. Então o ideal é já se hospedar em Railay, assim você consegue aproveitar as praias o dia inteiro e, claro, assistir a um sunset maravilhoso todo dia!

Em Phi Phi, os hotéis são um pouco mais caros por causa da popularidade da ilha, mas nós nos hospedamos no Sea Shell Hut, que era tipo um hostel mesmo, bem humilde hahahaha porém atendeu super bem às nossas necessidades: era pertinho de tudo, tinha wi-fi, ar-condicionado e ficou 15 dólares pra cada uma por noite. Mas o que não faltam em Phi Phi são opções de hotel, então pesquisem bastante até encontrarem um que se encaixe melhor no que vocês procuram!

De maneira geral, recomendo que assim que vocês fecharem a viagem e definirem o roteiro, fiquem pesquisando em dias diferentes no Booking.com (foi lá que reservei tudo e foi ótimo!) e fiquem de olho nas promoções do dia, porque às vezes hotéis ótimos ficam com preços mais vantajosos, e aí é a hora de reservar!

Sobre os gastos de maneira geral, em 11 dias, eu gastei cerca de 900 dólares na Tailândia, já considerando pagamento dos hotéis, passeios, alimentação, e compras de algumas coisinhas como cadernos (porque sou viciada em cadernos e lá tem uns liiindos hahaha), roupas baratinhas, etc. Se você pegar hotel barato também (máximo 30 dólares por pessoa, ou seja, 60 dólares a diária do quarto se você for em dupla), considere um gasto médio de 70, no máximo 80 dólares por dia, que você fica bem garantido, porque você consegue comer refeições principais pagando 5 dólares, por exemplo. Mas se puder, leve dinheiro a mais pra comprar coisinhas porque a Tailândia tem muuitas coisas lindas e baratas, especialmente em Phi Phi (cheia de lojinhas incríveis espalhadas pela ilha, eu achei que fosse ser tudo meio breguinha mas tem coisas LINDAS!) e no shopping MBK, em Bangkok, que é O lugar pra comprar presentes porque tem muitas coisas lindas e baratas (shorts fofos por 100 baht (3 dólares), vestidos e roupas diversas pra homens também, canecas e potes desses de porcelana beeem lindos todos pintados à mão, capinhas de celular, acessórios, etc). Tem dias da viagem em que você vai gastar bem menos, tipo 20 dólares fora o hotel, porque só fica na praia tranquilo e paga apenas comida, mas como na maioria dos dias você vai acabar fazendo atividades, tem os gastos com passeios de barco e entradas em certas ilhas (como Maya Bay e Bamboo Island, passeios feitos saindo de Phi Phi) e em Bangkok, nos templos e transportes (tuk tuk ou taxi), etc.

 

QUANDO IR

De novembro até março é a melhor temporada, livre de monções e com mais garantia de sol sem chuva! Nós fomos em março e foi ideal porque é um pouco menos lotado, já que a alta temporada mesmo acaba sendo entre dezembro e fevereiro. Mesmo assim, a não ser que você vá pra praias mais desertas como a ilha que eu comentei (Koh Mak), não vai ter jeito: as praias mais conhecidas, como Maya Bay, são seeempre bem cheias, mas indo na época em que fomos nós conseguimos aproveitar diversas praias mais vazias e foi perfeito, então eu recomendo muito ir em março também!

 

ALGUMAS DICAS EXTRAS!

1. Vacina da febre amarela! Tome pelo menos 10 dias antes da viagem (melhor 20 pra garantir, né gente? hahaha) e lembre-se de que você precisa ter o certificado internacional de que você tomou, então o melhor é já tomar em um lugar que já emita (no meu caso, fiz isso no Hospital das Clínicas aqui em SP). Quando chegar no aeroporto, vá primeiro na cabine de Health Center pra mostrar o certificado e entregar uma fichinha que terá que preencher lá mesmo, aí eles já carimbam mostrando que você tomou a vacina, e só então vá pra fila gigante de imigração! (atenção a isso, se você for direto pra fila vai ter que voltar pro Health Center e pegar a fila inteira de novo! hahaha)

2. A moeda do país é o Baht, e um dólar equivale a mais ou menos 35 baht.

3. Sempre pechinche! Se falam que algo custa 300 baht, fale que está muito caro e tente por tipo 150, mesmo se não conseguir nesse valor, quase sempre você conseguirá chegar em um bom desconto. Na hora de pegar tuk tuk também, eles vão falar um preço mas você tem que negociar!

4. Para visitar os templos, sempre leve uma camiseta com manga na bolsa e vá com saia/vestido longo ou calça soltinha, porque não se pode entrar com os ombros e pernas à mostra e nem sempre funciona apenas colocar um lenço nos ombros.

5. Tenha sempre na bolsa um saquinho plástico pra lixo, e também lencinhos de papel (tipo kleenex), isso em todos os países da Ásia, porque você nunca sabe que tipo de banheiro pode achar (quase nunca tem papel higiênico, agora toda vez que eu entro em um banheiro no Brasil fico muito feliz ao ver que tem papel hahahaha vejam como é importante dar valor pras coisas simples!)

6. Leve todo o dinheiro vivo, mas tenha um cartão do qual você possa tirar para alguma urgência. E leve uns 200 dólares a mais do que você acha que vai precisar, porque nunca se sabe o que pode acontecer!

7. Protetor solar!!! O sol lá é MUITO forte hahaha

8. Tomem muitos shakes de frutas! Tem em todo lugar e é uma delíciaaaa, eu tomava sempre de mango e a Marcinha, de côco! Hahaha. A água de côco também é a melhor da vida, e eles sempre vendem ela já aberta e com uma colherzinha pra você poder comer o côco depois! Aproveitem isso porque é demais e muito nutritivo, acaba sendo um lanche da tarde perfeito!

9. Façam muitas massagens! Em todo lugar tem vários tipos, tanto em Bangkok (nas ruas tem várias cadeiras com gente recebendo massagem nos pés por toda parte hahaha) como nas praias, em que você recebe massagem com vista pro mar, é simplesmente maravilhoso!

10. Façam seguro viagem! Eu fiz mais pela Índia (e realmente precisei usar lá), mas é bem importante ter na Tailândia também, afinal, você estará do outro lado do mundo. Paguei uns 550 reais no seguro pra essa viagem de um mês já considerando Tailândia e Índia!

11. Esses foram alguns blogs com dicas incríveis de viagem pra Tailândia que me ajudaram bastante na hora de planejar a viagem, e recomendo muito que vocês conheçam:

Lala Rebelohttp://www.lalarebelo.com/country-cat/asia/tailandia

Guilherme Tetamanti: http://www.queroviajarmais.com/category/asia/tailandia

 360 Medidianos: http://www.360meridianos.com/tailandia

 

Espero que tenham gostado do post! Se tiverem dúvidas, podem comentar que ajudo vocês com todas as dicas que puder! =)

You Might Also Like