Inspiração

O que você vai fazer quando cair?

maio 6, 2015
Quando você cair - Invertisa

Logo que vi essa foto, me apaixonei. Primeiramente porque ela foi tirada sem querer, já que minha intenção era registrar um momento na parada de mãos, uma das posturas invertidas do Yoga.

Mas foram três as coisas que fizeram com que eu me apaixonasse por ela imediatamente. A primeira é que eu claramente estava caindo. A segunda, que é uma das mais incríveis pra mim, é o meu rosto. Acho que eu mesma nunca me vi com uma expressão tão serena, o que de início não faz sentido nenhum, considerando que eu estava prestes a cair para trás.

Acho que a grande questão é que, depois de muito se desequilibrar, bater as costas no chão, achar que vai se quebrar inteiro e ainda se sujar de terra, você aprende a cair. Você passa a tentar sem medo. E você percebe que é preciso abrir o coração, deixar a luz entrar, ainda que você precise correr riscos para que isso aconteça. E foi esse o terceiro elemento que me fez amar tanto essa foto: a luz que está saindo exatamente do meu chakra do coração. Ela não estava lá na foto anterior, da parada de mãos estável. Ela surge justamente quando o coração se abre, junto com o movimento de abertura do peito proporcionado pela queda.

E acho que a melhor parte disso tudo é poder comparar a queda da foto com as quedas da vida. Tem uma frase que diz que, quando você cai, é porque você precisa encontrar alguma coisa no chão que não encontraria caso contrário. Eu acredito que, além de conseguir encontrar coisas de fora, ao cairmos encontramos coisas importantes dentro de nós. E temos que acreditar plenamente nisso. Às vezes é preciso errar, falhar, dar um passo em falso, para que possamos enxergar melhor tanto nossos caminhos como nós mesmos. Fora que, como eu já disse nesse post, “todas as grandes mudanças são precedidas pelo caos”.

Sou apaixonada, inclusive, por essa frase maravilhosa do Eckhart Tolle: “Whatever the present moment contains, accept it as if you had chosen it” (O que quer que o momento presente contenha, aceite-o como se você o tivesse escolhido). Cada um tem uma crença diferente, eu sei, mas acho essa frase incrível justamente porque ela representa muito bem a minha: acredito plenamente que todos nós escolhemos, antes de nascermos, tudo pelo que vamos passar durante nossas vidas. Escolhemos exatamente qual será o nosso caminho, as coisas boas e as ruins, porque sabemos que precisamos passar por tudo isso para crescermos e evoluirmos espiritualmente.

Então acredite: se você está passando por algo ruim, encare isso como aprendizado, crescimento, evolução. Você precisa disso pra se tornar uma pessoa cada vez mais plena e completa – e isso com certeza vai te ajudar a encarar os desafios que ainda estão por vir.

Por isso, aceite que, sim, você vai cair. Mas a maneira como você encarar sua queda vai determinar o quanto você vai crescer e aprender com isso. Então mantenha a expressão serena, o coração aberto e a mente em paz, com a certeza de que você ainda tem muito o que cair – e, principalmente, evoluir.

You Might Also Like

6 Comentários

  • Reply Pilar maio 6, 2015 at 6:17 pm

    Ame!! Obrigada é perfeito para o meu momento 😀

  • Reply Patty maio 7, 2015 at 1:08 am

    Isa, acho que foi o post mais lindo que já li até hoje! Amei a foto, a interpretação dela mais ainda e o jeito que você relacionou tudo isso com a vida.
    Parabéns! 🙂 Maravilhoso, inspirador, leve e gostoso de ler.

  • Reply Cecilia Carvalho maio 20, 2015 at 10:41 am

    Ai, Isa, que post incrível! Também partilho de tudo que você disse! Se a gente cair sem medo, lidamos de forma muito mais aberta e crescemos muito mais com isso. Obrigada pelo texto tão incrível <3

  • Reply Salamandra outubro 27, 2015 at 12:40 pm

    Olá moça… Não te conheço pessoalmente, não costumo invadir e comentar o blog das pessoas, mas deixo o meu recado: gostei muito do seu post.
    Me ajuda numa compressão da ação do Yoga no meu ser.
    Ontem, na aula lotada, fui tentar passar da invertida para a ponte e desequilibrei… Cai…
    Fiquei chateada, nem tanto pela queda, mas porque percebi que algumas pessoas ficaram felizes. Algo, assim, digamos, constrangedor perceber que há pessoas que se alegram com a queda das outras.
    Mas enfim, temos que aprender a lidar com diversas situações. Estou no planeta Terra para aprender e evoluir como ser, e busco dominar o meu aparelho de locomoção (meu corpo), prestar atenção.
    Cada dia mais sou grata a Shiva, por cada lição.
    Um grande abraço!

  • Reply Juliana outubro 25, 2016 at 6:36 am

    Acabei de ‘conhecer’ você e teu blog. Paixão à primeira vista!!!
    Obrigada por esse post lindo.
    Boa sorte nas quedas!
    J

  • Reply Ana Caroline Rodrigues dos Santos abril 28, 2017 at 5:37 pm

    Oi Isabella,

    Conheci o blog a pouco tempo e venho lendo muito seus posts, me identifico muito com a forma com que você encara o universo. Mas ao ler esse post em especial uma energia tomou conta de mim, fez eu me emocionar e sentir uma gratidão imensa por ter te encontrado virtualmente.

    Gratidão imensa por esse seu projeto!!

  • Deixe um comentário