Inspiração

#EntrevistaYogi: Raquel Peres

novembro 28, 2014
Raquel Peres - Invertisa

Começa hoje uma série especial de posts aqui no blog: a #EntrevistaYogi, em que vou trazer entrevistas de pessoas (normalmente professores de Yoga) que admiro muito e considero super inspiracionais. Assim, todo mês conseguiremos conhecer melhor uma pessoa incrível, além de entender mais sobre o tipo de Yoga que praticam, suas perspectivas sobre a vida e, claro, diversos outros assuntos que amamos.

Pra começar a série, convidei uma pessoa muito especial: a professora de yoga Raquel Peres, que conheci esse ano por causa do yoga e acabou se tornando uma amiga que admiro muito. Com 24 anos, ela é Enfermeira e Terapeuta Holística e dá aulas de Vinyasa Flow no Gam Yoga (onde faço aulas com ela), no Yoga.Art e no Naam Yoga. Ela também dá aulas de Yoga Restaurativo no Yoga.art e de Yoga para Gestantes no Yoga Flow.

Aliás, se quiserem se consultar com ela ou saberem mais sobre as aulas, é só mandarem um e-mail para quel.yoga.peres@gmail.com que ela responde rapidinho. Recomendo mil vezes que experimentem uma aula com ela – tenho certeza de que vão se apaixonar como eu!

Vamos à entrevista? 😉

EM QUE MOMENTO DA SUA VIDA VOCÊ COMEÇOU A PRATICAR YOGA?

Eu comecei a praticar yoga com 13 anos de idade porque minha mãe fazia. Logo me empolguei na prática e me matriculei no Yoga.art, uma escola super tradicional onde hoje sou professora. Durante a adolescência tive idas e vindas no yoga, mas hoje me dedico integralmente à prática e principalmente ao estudo do yoga.

QUAL “VERTENTE” DE YOGA VOCÊ PRATICA/LECIONA E POR QUÊ? O QUE A DIFERENCIA DAS DEMAIS?

Eu pratico e conduzo aulas de vinyasa flow yoga e yoga restaurativo, além de trabalhar com gestantes usando conhecimentos do yoga de maneira geral.

A primeira é uma prática que mistura intensidade, permanência e fluidez nas posturas através da conexão com a respiração. Eu percebo que com o tempo a respiração começa a conduzir a prática de vinyasa, como se o corpo pudesse manifestar respiração em gestos, em dança, em ritmo. E esse ritmo, esse fluxo pode ser muito amoroso e transformador na vida das pessoas. Como foi na minha! Quando esse fluxo é sentido o verdadeiro yoga acontece!

Já o yoga restaurativo é uma paixão mais recente. Consiste numa série de posturas mais confortáveis, sentadas e deitadas de maneira geral. A prática é passiva, implica em conforto e permanência nas posturas tornando o desafio mais mental. O “asana” mais difícil passa a ser a entrega. E daí a magia acontece! Respostas fisiológicas de relaxamento e muitooo mais.

COMO FOI A DECISÃO DE COMEÇAR A DAR AULAS? E COM QUEM VOCÊ SE FORMOU?

Eu sou Enfermeira e durante a minha graduação decidi trabalhar com Yoga e Terapias Alternativas, ferramentas que também são expressões do Cuidar.

Eu fiz minha primeira formação com 17 anos no Centro Montanha Encantada, depois me especializei em Vinyasa Flow com Michelline Berry e Greta Hill e em Yoga Restaurativo com Milla Derzett e Judith Lasater.

Não podemos parar de estudar nunca e meu próximo curso será exclusivamente de Yoga para Gestantes com Anne Sobotta.

QUANTO TEMPO POR DIA VOCÊ COSTUMA PRATICAR? NO QUE CONSISTE SUA PRÁTICA NORMALMENTE?

Sinceramente, atualmente, mais dou aulas do que faço práticas intensas em casa. É muito importante praticar sempre, inclusive para o professor, mas também é importante respeitar o tempo de descanso quando o corpo pede. Atualmente treino alguns asanas específicos, pratico na natureza quando posso e vou esporadicamente a aulas de professores/colegas que admiro.

Raquel Peres - Invertisa

PRATICA MEDITAÇÃO? SE SIM, COMO COSTUMA CONDUZI-LA E QUANTO TEMPO SUA PRÁTICA COSTUMA DURAR? QUAIS EFEITOS VOCÊ SENTE QUE ELA TRAZ?

A meditação eu pratico diariamente e tem sido importante para abastecer corpo, mente e alma. Sinto melhora na criatividade, no foco e na perturbação mental em relação ao meu padrão anterior. Sou muito pouco ansiosa, graças ao yoga e meditação provavelmente. Sou um pouco brava, mas ambos também auxiliam nisso (risos).

Eu prático a técnica de meditação da Amma, minha Guru, aquela Santa dos Abraços. A técnica se chama IAM e eu recomendo. É baseada em exercícios básicos com o corpo, visualizações e respiração e tem duração de 30 minutos.

NA SUA OPINIÃO, QUAIS OS PRINCIPAIS MOTIVOS PELOS QUAIS PRATICAR YOGA É IMPORTANTE?

A vida e tudo nela é motivo pra praticar e nada é motivo para parar! (risos)

VOCÊ PRATICA OUTROS EXERCÍCIOS FÍSICOS? SE SIM, QUAIS?

Atualmente não pratico diariamente nenhuma outra atividade, mas pretendo voltar para o circo e/ou começar dança. Eu fazia acrobacias na lira no circo. Quando era mais nova jogava Hand, mas hoje em dia busco atividades que tenham bastante consciência corporal envolvida. Também participo de trekking e caminhadas na natureza sempre que possível.

REALIZA OU INCENTIVA OUTRAS PRÁTICAS DE CURA E PREVENÇÃO (COMO MASSAGENS, REIKI, ACUPUNTURA, TERAPIA)? SE SIM, POR QUE ACHA ESSA(S) PRÁTICA(S) INTERESSANTE(S)?

Eu realizo e incentivo! Faço terapia Junguiana e massagem semanalmente. E também vou ao Osteopata e ao Acupunturista quando necessário. Também tomo florais! Aliás, eu trabalho e estudo florais, terapia Junguiana e Acupuntura; considero-os adjuvantes ao yoga. Em parte até os considero YOGA.

VOCÊ É VEGETARIANA? SE SIM, DESDE QUANDO? E QUAIS FORAM OS MOTIVOS PARA QUE TOMASSE ESSA DECISÃO E QUAIS DIFERENÇAS SENTIU NA SUA VIDA DESDE ENTÃO? EXISTE ALGUM OUTRO DIFERENCIAL NOS SEUS HÁBITOS ALIMENTARES QUE VOCÊ SENTE QUE TE FAZ BEM? 

Eu sou ovolacteovegetariana há quase 7 anos e estou bem longe de ser magrela, desnutrida ou ter pouca massa muscular. (risos)

Eu não saio por aí pregando o vegetarianismo, mas acho interessante para não contaminar a minha energia com a energia de morte ou sofrimento dos animais, pelos quais sinto compaixão. E creio que o vegetarianismo também tenha importante papel na ecologia! Sou vegetariana e reciclo lixo!

Eu tenho preferência por frutas e vegetais orgânicos e evito frituras, mas realizo meus desejos alimentares inclusive comendo glúten, lactose e docinhos. (risos)

O QUE TE FAZ MAIS FELIZ? E O QUE VOCÊ QUER FAZER CADA VEZ MAIS?

Eu sou feliz por estar na busca e buscar me faz feliz, mas isso não significa que não haja sofrimento também.

O QUE VOCÊ ACHA QUE AS PESSOAS DEVERIAM FAZER MAIS?

As pessoas deveriam descansar mais, mas ao mesmo tempo trabalhar mais; isso ao invés de desperdiçar tempo. Certamente deveríamos amar mais e colocar esse amor em ação, sendo e vivendo de maneira mais condizente com a nossa essência.

QUAL FRASE DEFINE SUA PERSPECTIVA EM RELAÇÃO À VIDA? SE VOCÊ PUDESSE COMPARTILHAR UMA DICA OU ENSINAMENTO QUE CONSIDERA VALIOSO, QUAL SERIA?

A respeito das últimas 3 perguntas respondo com as palavras da minha mestra Amma:

“O amor puro é o melhor remédio para o mundo moderno. É o que falta em todas as sociedades. A raiz de todos os problemas, desde os problemas pessoais até os problemas mundiais, é a falta de amor. O amor é o elo, o elemento unificador. O amor cria o sentimento de unidade entre as pessoas, une uma nação e seu povo. O amor cria um sentido de unidade, enquanto o ódio provoca a divisão. O egoísmo e o ódio cortam em pedaços a mente das pessoas. Não há problema que o amor não consiga resolver.”

You Might Also Like

Nenhum comentário. Que tal deixar o seu? :)

Deixe um comentário